Centro de Medicina Psicossomática e Psicologia Médica
Hospital Geral da Santa Casa de Misericórdia do Rio de Janeiro

Resumo de Reunião Clínica
 
 Data Supervisor
 29.08.2013 Dr. Abram Eksterman

Um homem de quase setenta anos, separado, alcoólatra há trinta anos, foi internado por descompensação hepática. Portador de cirrose hepática, chegou ao hospital com uma ascite volumosa e edema de membros inferiores. Ao ser iniciado o acompanhamento psicológico pelo membro da equipe de Psicologia Médica associada à enfermaria, o paciente estava retraído e pouco cooperativo. O paciente veio a falecer após um mês de internação.

Discutiu-se o acompanhamento psicológico a pacientes terminais e seus familiares: a diminuição do estresse causado pela consciência da própria morte e a ação preventiva em relação ao luto patológico nos familiares. Em relação ao primeiro item, ressaltou-se a ação de presença do terapeuta.
































retornar" style="font-family: 'Arial Unicode MS', sans-serif; mso-ansi-language: PT-BR; mso-fareast-language: EN-US; mso-bidi-language: AR-SA">


















retorna