Centro de Medicina Psicossomática e Psicologia Médica
Hospital Geral da Santa Casa de Misericórdia do Rio de Janeiro

Resumo de Reunião Clínica
 
 Data Supervisor
 28.02.2013 Dr. Decio Tenenbaum

Um homem de pouco mais de trinta anos, solteiro, foi encaminhado para tratamento ambulatorial por sofrer de cefaleia crônica há muitos anos, intensificada há poucos meses com ansiedade, insônia e desatenção. Na época, sua namorada começou a pressioná-lo a casar. Vivendo ainda com os pais, sem nunca ter trabalhado, apesar de possuir um diploma de curso superior, sente-se um fracassado, incapaz de assumir um compromisso, o que o envergonha e o deixa furioso. Como também não consegue terminar o namoro, sente-se aprisionado em um impasse e a ponto de explodir ou de fazer alguma besteira com ele mesmo ou com qualquer outra pessoa.

A partir do consenso de que este paciente, como muitas pessoas que sofrem de sintomas funcionais, apresenta uma incompetência egoica para lidar com os desafios da própria vida, debateu-se, inicialmente, sobre as relações entre fragilidade do ego e o desenvolvimento de estresse crônico. Na parte final da reunião, discutiu-se as possíveis estratégias terapêuticas para o tratamento deste paciente, que também apresenta sinais de intensa agressividade, auto e hetero dirigida.

























retorna