Centro de Medicina Psicossomática e Psicologia Médicaca
Hospital Geral da Santa Casa de Misericórdia do Rio de Janeiro

Resumo da Reunião Clínica
 
 Data Supervisor
29.11.2012 Dr. Decio Tenenbaum

Uma mulher de pouco mais de quarenta anos, casada e com filhos, foi encaminhada para atendimento psicológico em virtude de apresentar um quadro de tremores disseminados pelo corpo e dificuldade de caminhar após fazer uso de algum tipo de anestésico. O quadro se iniciou na infância, durante a sua primeira extração dentária, e se intensificou há poucos meses, coincidentemente com o desencadeamento do processo de separação conjugal há anos desejado por ela própria.

A discussão do caso se iniciou pelo diagnóstico diferencial entre um quadro histérico e uma síndrome neurológica motora. Uma vez estabelecido o diagnóstico de histeria, passou-se ao debate sobre as possíveis estratégias de abordagem do conflito entre o desejo de se separar e a interdição do mesmo, base da exacerbação da sintomatologia histriônica, cuja origem ainda não foi evidenciada.

retorna