Centro de Medicina Psicossomática e Psicologia Médicaca
Hospital Geral da Santa Casa de Misericórdia do Rio de Janeiro

Resumo da Reunião Clínica
 
 Data Supervisor
02.09.2010 Dr. Giorgio Trotto
Um homem de quase 60 anos, solteiro, sem família e aposentado, foi internado para investigação de intensa cefaléia frontal, de início repentino e recente. O atendimento da Psicologia Médica foi solicitado porque o paciente estava muito retraído na enfermaria.
Nascido em cidade pequena de área rural, perdeu o pai por volta dos 2 e a mãe aos 4 anos. Não teve nenhum interesse pelos estudos, tendo cursado apenas o primário; até os 16 anos viveu com uma avó cuidando de gado. Veio para o Rio após o falecimento desta avó e aqui uma tia, freira, arranjou-lhe um emprego em uma instituição onde trabalhou e morou a vida toda. Durante os exames foi constatado um importante sangramento frontal e presença de metástases cerebrais. O paciente veio a falecer dias depois.

Inicialmente, discutiu-se a conjugação de limitações afetivas precoces com desenvolvimento intelectual precário e ausência de ambições existenciais, resultando em uma boa adaptação a uma vida institucionalizada.
Os elementos contratransferenciais decorrentes do impacto emocional sofrido pela terapeuta ao atender o paciente com essas características foram objeto de debate no final da reunião.

retornana