Centro de Medicina Psicossomática e Psicologia Médica
Hospital Geral da Santa Casa de Misericórdia do Rio de Janeiro

Resumo da Reunião Clínica
 
 Data Supervisor
24.09.2009 Dr. Decio Tenenbaum
Uma mulher de mais de quarenta anos, casada em segundas núpcias e mãe de três filhos: uma com vinte e dois anos e um com onze anos, ambos do primeiro casamento, e uma com dois meses, do segundo casamento, foi internada com um quadro de eritema multiforme cujos sintomas surgiram um mês após o nascimento da sua filha caçula. Teve apenas uma consulta com o membro da equipe de Psicologia Médica associada à enfermaria na qual relatou a surpresa e a vergonha ao saber-se grávida, a forte reação negativa de suas irmãs e as dificuldades que teve a partir do sexto mês da gravidez, quando apresentou sintomas sugestivos de pré-eclampsia e teve muitas dificuldades em encontrar um hospital onde pudesse ser internada. Acabou sendo submetida a uma cesariana de urgência antes do final da gravidez e permaneceu internada após o parto por dez dias em decorrência de complicações pós-cirúrgicas. Nesse período, a bebê foi cuidada por familiares. Com o aparecimento da doença dermatológica a paciente não pode amamentar a filha e precisou ser internada. Tem sentido muita falta da mãe, já falecida, que sempre a ajudou nos primeiros cuidados dos filhos. Seu pai, que estava internado com câncer de próstata faleceu no segundo dia de internação da paciente. A equipe ficou sem saber se informava à paciente o ocorrido com o pai, o que foi resolvido através de uma interconsulta na qual o membro da equipe de Psicologia Médica associada à enfermaria deu as devidas orientações e aproveitou para ressaltar que a paciente era uma puérpera. A paciente, já com sinais de estabilização sintomática, recebeu alta para poder ir ao enterro do pai e dar continuidade ao tratamento em regime ambulatorial, para assim poder restabelecer o vínculo materno-infantil.

Inicialmente, discutiu-se relação entre a doença orgânica, crises vitais, no caso uma crise englobando maternidade e climatério, e estresse. Em seguida, debateu-se a escolha do foco do atendimento: a arquitetura de nidificação.

retorna