Centro de Medicina Psicossomática e Psicologia Médica
Hospital Geral da Santa Casa de Misericórdia do Rio de Janeiro

Resumo da Reunião Clínica
 
 Data Supervisor
12.03.2009 Dr. Abram Eksterman
Um homem de pouco mais de trinta anos, divorciado, portador de uma cardiopatia inflamatória, internou-se devido a um quadro de insuficiência cardíaca. Seu atendimento foi solicitado pelo médico-assistente, que achou que o fato do paciente estar muito calado, pouco cooperativo com a equipe médica e sem se alimentar, era devido a uma depressão. Em seus atendimentos, o paciente relatou ser esta sua segunda internação pelo mesmo motivo, a primeira ocorrida há dois anos. Vive com a mãe, com quem não se entende bem, desde sua separação conjugal, que ocorreu com menos de dois anos depois de ter se casado pressionado pela mãe (sic). Seus pais também são separados há muitos anos, desde sua puberdade. Desde sua primeira internação sente que sua vida parou: não consegue mais estudar (estava quase se formando) e nem fazer o que gosta, que é se aventurar pelas matas e acampar. Tem pensando na morte com frequência e acha que pode ter desenvolvido sua doença a partir da mordida de algum inseto, como é o caso da miocardiopatia chagásica causada pelo barbeiro, em uma de suas expedições pelas matas.  Habituado a escrever pequenos textos, o paciente escreveu um texto para a psicóloga no qual fala de dois amigos homens, um ativo e outro passivo, um aventureiro e o outro cientista, que vão aprender coisas juntos e descobrir segredos que não podem ser revelados.

Iniciando-se pelo importante quadro depressivo do paciente, caracterizado pelo desejo inconsciente de morrer e sentimentos inconscientes de culpa relacionados com sua doença, discutiu-se que um dos objetivos do atendimento deste caso seria prevenir o desenvolvimento da síndrome de eutanásia. A partir do texto escrito pelo paciente e da relação deste com sua mãe, aventou-se a possibilidade da existência de conflitos relacionados com a identidade de gênero, que poderiam estar gerando sentimentos de culpa e incrementando o desejo de morrer.

retorna