Centro de Medicina Psicossomática e Psicologia Médica
Hospital Geral da Santa Casa de Misericórdia do Rio de Janeiro

Transferência
 

Definições

  • Processo pelo qual desejos inconscientes se atualizam em determinadas relações pessoais (Laplanche, J.; Pontalis, J.-B. Vocabulário da Psicanálise; Ed. Moraes, Lisboa, 1976);

  • Repetição de protótipos infantis vividos com uma sensação de atualidade acentuada (Laplanche, J.; Pontalis, J.-B. Vocabulário da Psicanálise; Ed. Moraes, Lisboa, 1976);

  • Deslocamento para determinada pessoa da necessidade que alguém tem de um determinado tipo de relação que ficou deficiente em seu passado (Moore, B.E.; Fine, B.F. Termos e Conceitos psicanalíticos; Ed. Artes Médicas, PA, 1972).

Tipos

  • Transferência positiva: predominantemente amorosa

  • Transferência negativa: predominantemente agressiva e hostil

Especificidade
Ela não é específica de nenhum tipo de relação. É um fenômeno geral.

Natureza do fenômeno

  • É um fenômeno regressivo, portanto, sua ocorrência denota incapacidade em lidar com a situação atual;

  • Ocorre devido a uma característica do funcionamento mental, denominada por Freud de compulsão à repetição, que é de reapresentar (atualizar) as situações históricas, traumáticas ou falhas, com vistas a serem elaboradas (Freud, S. (1914) "Recordar, Repetir e Elaborar", in Edição Standard da Obra psicológica Completa de Sigmund Freud, vol. XII, Ed. Imago, R.J.).

  • Ainda não há consenso quanto ao que é transferido: modelos infantis de relacionamento; tipos de relações objetais (relação especular, relação idealizante; relação gemelar; relação fusional, etc.); sentimentos (positivos ou negativos); afetos; carga libidinal; fantasmas; conjunto de uma imago ou característica especial desta.

Função da transferência no tratamento
O fenômeno transferencial foi classificado por Freud como sendo um dos principais obstáculos ao processo terapêutico por impedir a rememoração do material reprimido.

  • Na psicanálise:  a transferência é o campo onde se desenvolve o tratamento, pois é sua instalação, suas modalidades, sua interpretação e sua resolução que caracterizam o tratamento psicanalítico.

  • Na psicologia médica: o conhecimento deste fenômeno e a compreensão do mesmo são instrumentos importantes para o adequado manejo da relação médico-paciente, pois ele costuma ser um dos elementos mais freqüentes na impregnação irracional do campo assistencial.

retorna