Centro de Medicina Psicossomática e Psicologia Médica
Hospital Geral da Santa Casa de Misericórdia do Rio de Janeiro

 

Projeção
 

Definição
Mecanismo de defesa através do qual a pessoa inconscientemente expulsa de si e localiza no exterior, em pessoas ou coisas, aspectos psicológicos seus: qualidades, defeitos, sentimentos, desejos e até mesmo objetos internos que ela não aceita ter em si.

Histórico
Já em seus primeiros estudos psicanalíticos Freud fala deste mecanismo (Novas Observações sobre as Neuropsicoses de Defesa in Edição Standard da Obra Psicológica Completa de Sigmund Freud, vol. III; Ed. Imago, R.J.), por ele considerado como um mau uso do mecanismo psicológico comum de procurar no exterior a origem de um desprazer.
Inicialmente vinculado à paranóia, em 1915 Freud considerou que este mecanismo também está presente na construção fóbica, onde ocorre a projeção do verdadeiro perigo, que é pulsional: “O ego comporta-se como se o perigo de desenvolvimento da angústia não proviesse de uma moção pulsional, mas de uma percepção e pode portanto reagir contra esse perigo exterior pelas tentativas de fuga das evasivas fóbicas.” (O Inconsciente in Edição Standard da Obra Psicológica Completa de Sigmund Freud, vol. XIV; Ed. Imago, R.J.).
Também está presente no ciúme paranóico, onde a pessoa defende-se dos próprios desejos de infidelidade projetando-os no conjuge; na mitologia e no animismo, onde projetam-se na natureza as qualidades e paixões humanas.
Projeção e introjeção têm um papel fundamental na constituição da separação entre o sujeito (ego) e o objeto (mundo exterior): A pessoa “... assume no seu ego os objetos que se lhe apresentam na medida em que são fonte de prazer, introjeta-os (segundo expressão de Ferenczi) e, por outro lado, expulsa de si o que no seu próprio íntimo é ocasião de desprazer (mecanismo de projeção)” (Instintos e suas vicissitudes in Edição Standard da Obra Psicológica Completa de Sigmund Freud, vol. XIV; Ed. Imago, R.J.).

Clínica
É considerado como sendo um mecanismo de defesa primitivo e seu uso excessivo implica em um importante empobrecimento e enfraquecimento egóico.

retorna