Centro de Medicina Psicossomática e Psicologia Médica
Hospital Geral da Santa Casa de Misericórdia do Rio de Janeiro

 

Dissociação da consciência
 

Definição
Fenômeno mental presente nas neuroses e nas psicoses de origem funcional. Designa, genericamente, a exclusão de material, ideativo ou afetivo, dos processos associativos levando a uma restrição da consciência psicológica, nada alterando em relação ao grau de lucidez (consciência neurológica). 

Histórico 
Pierre-Marie-Felix Janet (filósofo e médico, 1859-1947) e Josef Breuer (médico, 1842-1925), interessados na psicologia da histeria, observaram e estudaram o fenômeno de dissociação da consciência. Ambos consideraram ser este o fenômeno mental fundamental da histeria. O primeiro, em Paris, concebeu que a dissociação da consciência presente na histeria era devida a presença de idéias fixas, enquanto que o segundo, em Viena, concebeu a presença de reminiscências na origem da histeria, as quais levariam à dissociação da consciência. Freud, em seu estudo sobre a dinâmica mental, demonstrou e descreveu a ação clínica dos processos inconscientes que levam à dissociação da consciência, por ele chamados de mecanismos de defesa.

Clínica
A dissociação da consciência é conseguida, principalmente, através do uso da repressão, da recusa e da rejeição.

retorna